Açores, a pérola do Atlântico_São Jorge_Caldeira de Santo CristoEstamos a chegar ao fim desta nossa “viagem” pelo Arquipélago dos Açores e vamos agora até à Ilha de São Jorge, no Grupo Central da Região Autónoma.

Quem viajar até São Jorge não pode deixar de parar no Pico da Esperança, ponto mais alto da ilha com 1053 metros de altitude de onde se pode ter uma vista espectacular sobre toda a ilha de São Jorge e ainda se pode ver as restantes ilhas do Grupo Central. Hortênsias e urzes arbóreas compõem os planaltos que servem de base ao Pico da Esperança.

Açores, a pérola do Atlântico_São Jorge_Grutas do Algar do MontosoAs Fajãs também merecem ser vistas pois apresentam características muito próprias que permitem o cultivo de frutos tropicais. No único local no Arquipélago dos Açores onde se criam amêijoas, a Fajã da Caldeira do Santo Cristo, é considerada uma reserva natural que merece ser visitada.

Na Fajã dos Cubres, a lagoa que lá se encontra está repleta de camarões que é utilizada pelos pescadores da ilha como isco. A Fajã de São João alberga várias casas típicas construídas em pedra e com janelas de três guilhotinas.

No Algar do Montoso, é possível entrar nas profundezas da terra e conseguir uns registos fenomenais com a sua máquina fotográfica.

Açores, a pérola do Atlântico_São Jorge_Fajã dos CubresAssim, vá para São Jorge e experimente umas ”Sopas de Espírito Santo” ou uns torresmos de porco acompanhados com molha de carne. Como marisco, a especialidade são as amêijoas apanhada na Caldeira do Santo Cristo. No final das refeições, nada melhor que o Queijo de São Jorge, considerado o melhor de toda a Região Autónoma dos Açores.